Home

Últimas Notícias

Você não tem que dar a vida pelo ministério e esquecer da sua casa, diz Weslei Santos

Nenhum comentário MÚSICA

Na última semana, grandes nomes da música gospel nacional passaram pela Expoevangélica 2019 e visitaram o stand do Guiame, como no caso de Weslei Santos. O cantor e compositor falou sobre o retorno à sua carreira solo e o lançamento de seu single "Nunca Mais Te Deixarei Partir".

Segundo ele, o cuidado com seu lar agora tem sido prioridade e tem dado a tônica no ritmo de seu ministério.

"Eu estou tentando administrar junto com a minha filha. Ela tem um ano e meio. Se eu vou sair de casa, ela gruda na minha perna, eu tenho que ficar no Facetime com ela o tempo todo", disse Weslei com um sorriso no rosto.

"Lá atrás, com o Preto no Branco, isso foi muito carregado. O Preto no Branco tomou uma ascensão muito grande. Então, eu abandonei a minha vida caseira. E particularmente, a gente tem que ter isso sadio na cabeça, conseguir viver essas duas coisas", confessou. "Graças a Deus, foi um tempo muito bacana e conseguiu dar a oportunidade que eu tenho hoje. Isso foi muito legal. Mas hoje, esse projeto [solo] está andando de uma forma muito mais leve".

O músico destacou que é preciso equilibrar a atenção dada ao ministério e à família.

"Eu não acredito que tenha que dar a vida pelo seu ministério e esquecer da sua casa. Uma das orações que eu fiz para Deus foi: 'Deus, enquanto eu estou correndo, preciso que o Senhor guarde a minha casa, guarde a minha esposa, guarde a minha filha' por essa loucura que foi o Preto no Branco. Hoje eu consigo brincar com a minha filha e acompanhar o lançamento, a estatística toda. Graças a Deus, eu tenho um suporte muito bacana da Sony Music, que é a minha gravadora", afirmou.

"Eu batalho pelo meu ministério, mas tenho que educar a minha filha", acrescentou.

Relacionamento sincero

Comentando sua nova música, lançada há cerca de um mês, Weslei explicou que a faixa "Nunca Mais Te Deixarei Partir" é uma oração sincera de alguém que se reconhece como pecador diante de Deus.

"É isso que Deus quer da gente. Ele deixou bem claro que a gente teria aflição demais aqui, deixou bem clara a relação do homem com o pecado, deixou bem claro que todos os nossos heróis da fé falharam alguma vez. Mas o que sempre esteve em voga foi a remissão", disse.

"Então, Deus é misericordioso e quer que a gente seja assim [sincero]. Deus não quer que a gente seja perfeito, Ele sabe que a gente vai errar. Perfeito é Ele e a gente não vai conseguir ser como ele nunca", lembrou.

"Independente de quem a gente seja, do que a gente faça, Deus está sempre atento a quem nós somos e tem sempre o melhor para a gente, tanto que cabe a nós é nunca mais deixar que Deus parta do nosso coração. Isso faz parte do nosso querer, porque Deus não quer sair, a gente que expulsa Ele. Então, está muito baseado nisso: quem nós somos de verdade, o quanto nós conseguimos nos confessar para que Deus possa fazer a obra Dele e o quanto a gente deixa que Deus seja o centro do nosso coração", finalizou.

LEIA TAMBÉM