Home

Últimas Notícias

Be One Music fala sobre repercussão de músicas no YouTube: “Nasceu no coração de Deus”

Nenhum comentário MÚSICA

A banda Be One Music nasceu no ministério de jovens da Igreja Batista Atitude, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e expandiu sua voz pelo Brasil através de seu engajamento no YouTube.

As canções mais visualizadas no canal oficial da banda apresentam números expressivos dentro do meio musical cristão: “Cercado de Glória” alcançou 11 milhões de visualizações;

“Rei do Meu Coração” (versão em português de “King of My Heart” da Bethel Music) conta com 8,2 milhões e “Até Te Encontrar” já tem 5,5 milhões de views.

Em entrevista ao Guiame na ExpoEvangélica 2019, o baixista Thiago PG conta que depois de gravar o álbum com melodias que foram dadas por Deus, a repercussão aconteceu de forma inesperada. “Não esperávamos que ia tomar essa proporção, mas cremos realmente que foi algo que nasceu no coração de Deus primeiro”, disse.

O guitarrista Matheus Moraes conta que as canções nasceram nos cultos da igreja sem a pretensão de viralizar nas redes sociais. “Na verdade, se fosse combinado, não daria tão certo. O que nos impulsiona são os testemunhos que escutamos, onde temos a oportunidade de conhecer a galera, saber que as músicas têm tirado muitos da depressão. Isso é um combustível para a gente”, afirma.

A vocalista Rhay Campos encara a nova fase no ministério Be One como uma grande responsabilidade. “O que fazemos não é levar o nosso nome para as pessoas, é levar o nome de Jesus para as pessoas. Saber passar isso é difícil”, observa.

“Porque não é sobre o Be One Music — a banda é apenas uma ferramenta que o Espírito Santo tem usado — mas sim sobre levar o nome de Jesus. Temos uma responsabilidade muito grande de ser referência de Jesus, mas é uma honra poder levar Jesus para as pessoas através daquilo que Ele tem colocado no nosso coração, que são as canções”, acrescenta.

O produtor e baterista Thiago Dom também destaca a responsabilidade de viver uma vida de adoração que, segundo ele, “é ser fiel ao que a Palavra de Deus diz”.

“Vivemos em uma geração que é muito sensitiva, que precisa de músicas do momento, de sensações do momento para se sentirem bem com Deus. Na real não é nada disso. É só você se voltar para a Palavra, ler a Bíblia. Eu acho que o Be One tem muito esse apelo”, explica.

Em novembro do ano passado, a Be One Music lançou o álbum “Esplêndido Amor” com 14 faixas. Este ano, serão lançadas quinzenalmente 7 faixas inéditas que foram gravadas ao vivo na conferência Be One (Revolution).

Confira a entrevista:

LEIA TAMBÉM